Horário de atendimento ao cliente de segunda a sábado das 9h às 22h.
Queda de cabelo: Causas e tratamentos

Como evitar ou prevenir a queda de cabelo?

Pensa que os cabelos que encontra todos os dias na sua escova são indicativos de uma queda de cabelo anormal? O cabelo é uma estrutura em constante movimento e é comum perdermos diariamente entre 50 a 150 cabelos que já atingiram a fase em que deixam de crescer e caem para dar lugar a novos cabelos, sendo isto indício de um ciclo capilar saudável. Até agora, tudo bem! O problema da queda de cabelo começa quando há uma perda maior, que nos indica que as fases de crescimento foram alteradas, podendo levar a um dos diferentes tipos de alopécia.

Além de ser uma consequência direta do envelhecimento e refletir-se nos cabelos mais finos, com menos volume, que crescem mais devagar e quebram mais facilmente, a queda de cabelo também pode estar relacionada com outras causas como o stress, fatores ambientais ou emocionais, má alimentação, por motivos genéticos ou alterações hormonais que ocorrem durante a gravidez ou na menopausa.

Tipos de alopécia mais comuns

Embora a alopécia esteja frequentemente ligada a uma componente genética, como mencionámos acima existem várias causas que podem levar a esta patologia. Apesar de afetar mais homens do que mulheres, é comum em ambos os géneros e pode aparecer em qualquer idade. Diferenciar os vários tipos de alopécia é essencial para conhecer a sua origem e tentar preveni-la com o tratamento adequado.

Alopoécia Androgenética

Tipo de alopécia que ocorre geralmente a partir dos 50 anos. Cerca de 50% dos homens e 10% das mulheres sofrem desta patologia. Embora a sua principal origem esteja relacionada com fatores genéticos, também pode ser uma consequência de alterações hormonais. A alopécia androgenética caracteriza-se pelo enfraquecimento do cabelo no topo da cabeça e, no caso dos homens, pela perda de cabelo na zona frontal da cabeça (“entradas”).

Alopoécia Areata

Este é o segundo tipo mais comum de alopécia. A queda de cabelo origina-se parcialmente sob a forma de manchas, embora possa estender-se a todo o couro cabeludo ou mesmo ao resto do corpo. Para além do fator genético, está geralmente relacionada com doenças autoimunes, tais como a doença celíaca, diabetes ou artrite.

Eflúvio Telógeno

Tipo de alopécia caracterizada por uma queda aguda do cabelo num período inferior a seis meses, sendo mais comum em mulheres do que em homens, por consequência da gravidez ou do pós-parto, por exemplo. Outras causas que podem influenciar esta perda massiva de cabelo são o stress, infeções no couro cabeludo, doenças crónicas, dietas agressivas ou alguns tipos de medicamentos, etc. Se o eflúvio telógeno se mantiver por um período superior a seis meses, passa a ser denominado de eflúvio telógeno crónico e, neste caso, deverá ser consultado um médico especialista em tricologia.

Como prevenir a queda de cabelo

Muitas vezes esta preocupação pode ser evitada através de uma prevenção. Começar com uma mudança de hábitos pode ser benéfico para conseguir uma boa saúde capilar. Aqui estão as melhores dicas e recomendações para combater a queda de cabelo.

- Mantenha uma alimentação saudável e equilibrada

Uma dieta rica em frutas e vegetais é essencial para um cabelo saudável e forte, reduzindo o consumo de gorduras e alimentos processados. Desta forma obtemos os nutrientes necessários para manter a saúde e promover o crescimento do folículo piloso.

Se procura alimentos para prevenir a queda de cabelo, é recomendado aumentar a ingestão de vitaminas, proteínas e minerais, tais como: vitamina B3, que melhora a circulação sanguínea no couro cabeludo; vitamina E, que ajuda a fortalecer o cabelo e a restaurar os seus danos e ferro, que é necessário para a oxigenação do couro cabeludo e a síntese de melanina capilar.

Além de cuidar da sua alimentação, pode reforçar a ingestão de nutrientes através de um suplemento alimentar específico para o cabelo (todos os dias), tais como as Queratin Caps, as nossas cápsulas para a queda de cabelo, que ajudam a mantê-lo em condições normais, melhorando a sua densidade e força e reduzindo a queda de cabelo devido à quebra. Este suplemento também é elaborado com ingredientes como a levedura de cerveja, biotina, selénio e zinco, que fortalecem o cabelo, contribuem para o seu crescimento e melhoram o seu aspeto e brilho.

Queratin caps

- Não maltrate o cabelo, mime-o!

Evite usar certos produtos que enfraquecem e danificam o cabelo, tais como tintas de cabelo e mesmo alguns champôs (que promovem a queda capilar). Em vez disso, opte por produtos naturais para o tratamento da queda capilar, tais como o nosso Champô Antiqueda, formulado com ingredientes específicos para combater a queda de cabelo, bem como para tratar problemas de enfraquecimento e perda de densidade, estimulando o crescimento através da energização do couro cabeludo. Graças à ação e propriedades dos seus princípios ativos, tais como o extrato de cebola, biotina, baicapil e redensyl ou kerascalp, melhora a qualidade do cabelo, fortalecendo as fibras capilares e acrescentando brilho e espessura. Este Champô Antiqueda é rico em ativos que prolongam as fases de crescimento do cabelo e reduzem a queda, tornando-o o complemento ideal para tratamentos médicos como o minoxidil.

Champô Antiqueda

- Cuidados no momento de lavar o cabelo

Além de lavar o cabelo com os produtos certos para prevenir a queda, é aconselhável acabar com certos hábitos que podem prejudicar a saúde capilar, tais como:

- Desembaraçar o cabelo quando está húmido: o ideal será fazê-lo antes de entrar no banho, pois o cabelo molhado fica mais fraco e quebra com mais facilidade.

- Temperatura da água: não deverá estar demasiado alta, pois a água quente pode enfraquecer o folículo piloso, sendo a água morna mais adequada.

- Ao lavar o cabelo, não esfregue o couro cabeludo insistentemente: opte por usar as pontas dos dedos para massajar suavemente o couro cabeludo, de forma a estimular a circulação sanguínea.

Agora que conhece os melhores tratamentos antiqueda, o que pode tomar para prevenir a queda de cabelo e que hábitos simples deve adotar para melhorar a saúde capilar, está na hora de pôr em prática as nossas recomendações para que fique com um cabelo saudável e forte! No entanto, caso a queda de cabelo seja prolongada, recomendamos que visite um dermatologista/especialista em tricologia para que possa analisar o seu caso específico e saber as diferentes opções de tratamento.

 

Comentários (0)

Sem comentários de momento