O que é a miniaturização do cabelo?

Miniaturização: causas e tratamento

Talvez nunca tenha ouvido falar sobre miniaturização do cabelo, um conceito mais conhecido em maior ou menor grau entre as pessoas que enfrentam uma queda de cabelo intensa e que procuram saber sobre possíveis causas ou tratamentos que a possam prevenir ou travar. Em que consiste a miniaturização do cabelo?

Este fenómeno é um dos sintomas mais frequentes nos principais tipos de alopécia e refere-se à redução do tamanho do folículo piloso, abrandando o seu crescimento e chegando a um ponto em que para mesmo de crescer. Durante este processo, o cabelo é sujeito a uma perda progressiva de volume e densidade, enfraquece e quebra-se mais facilmente, afetando os seus ciclos de crescimento

Em suma, o cabelo miniaturizado acontece quando existe um afinamento dos fios de cabelo de forma progressiva e esta mudança é visível devido à perda de densidade do cabelo, podendo gerar inseguranças e complexos a quem sofre desta condição. A miniaturização capilar é um sinal de alopécia e é essencial detetá-la a tempo de abrandar o seu desenvolvimento e evitar o aparecimento de zonas sem cabelo.

Causas da miniaturização

As razões pelas quais os folículos pilosos se desenvolvem com dificuldade podem ser muito variadas, no entanto, todas resultam da referida miniaturização do cabelo.

- Problemas de circulação sanguínea, cujo correto funcionamento afeta a divisão das células e, consequentemente, o desenvolvimento e redução do diâmetro dos folículos.

- Alimentação. Seguir uma dieta equilibrada ajuda a manter um cabelo forte e saudável, fornecendo todos os nutrientes, minerais e vitaminas necessários para cuidar da saúde do cabelo.

- Fatores hormonais: também desempenham um papel fundamental na queda do cabelo. Um excesso da hormona masculina dihidrotestosterona pode ser contraproducente para o desenvolvimento do folículo na sua fase de crescimento, conhecida como fase anágena, encurtando progressivamente este ciclo capilar

Relacionar a miniaturização capilar com causas como a idade (embora possa afetar qualquer idade) ou fatores genéticos (tanto nos homens como nas mulheres), é o mais comum, no entanto, há uma maior percentagem desta condição nos homens, sendo este enfraquecimento do cabelo no topo da cabeça, associado à alopecia androgenética, que tende a aparecer em maior escala após os 50 anos de idade.

Tratamento para a miniaturização

Está preocupada com os cabelos que deixa todas as noites na almofada, no duche ou na escova quando se penteia? Perder entre 50 e 150 cabelos por dia é completamente normal e faz parte de um ciclo capilar saudável. E embora uma maior queda de cabelo possa indicar que algo está errado e pode ser um sinal de problemas com o couro cabeludo, ou mesmo um sinal de algum tipo de alopécia, não queremos que fique em pânico! Se notar alguma miniaturização dos seus folículos pilosos (afinamento dos fios de cabelo), ainda vai a tempo de inverter a situação com um tratamento completo e eficaz para a queda de cabelo.

Podemos, então, recuperar o cabelo miniaturizado? A resposta é sim! Porque existem ingredientes como o kerascalp, que atuam rejuvenescendo e revitalizando o couro cabeludo e o cabelo, melhorando o volume, a força e o brilho. Este princípio ativo está presente nas nossas fórmulas para combater a queda de cabelo: Champô e Loção Antiqueda da Mi Rebotica. Graças às suas propriedades que previnem a miniaturização e o enfraquecimento do folículo, reequilibram o couro cabeludo e melhoram a estrutura das fibras capilares, deixando o cabelo cheio de vitalidade. Para além deste ingrediente-chave, estes produtos de tratamento antiqueda são formulados com extrato de cebola e ativos específicos para combater a queda de cabelo, estimular o seu crescimento e aumentar a sua densidade, tais como o redensyl e a biotina.

Champô Antiqueda

Loção Antiqueda

Não espere mais! Comece já a tratar a queda de cabelo. Inclua na sua rotina de cuidados capilares o melhor tratamento para recuperar o cabelo!

Comentários (0)

Sem comentários de momento